FANDOM


Reino de Portugal e Espanhas
Reino de Portugal, Algarves e Espanhas
Portugal [[Imagem:|85px|center|]]
Hino nacional: "Hino da Restauração" (Portugal) e "Marcha Real" (Espanha)
Gentílico: Português e Castelhano

[[Imagem:|250px|center|Localização ]]
Capital Lisboa, Madrid
Cidade mais populosa Luanda
Língua oficial Português, Castelhano, Galego, Catalão, Mirandês
Governo Monarquia Integralista
 - Rei D. Guilherme I
 - Secretário de Estado do Reino Brigadeiro Guilherme Augusto de Sousa Corte Real
 - Presidente de la Junta Carlista General de Ejército José Maria Vidal y Coronado
'
Área  
 - Total km² (º)
População  
 - Estimativa de hab. (º)
 - Densidade hab./km² (º)
PIB (base PPC) Estimativa de
 - Total US$ (º)
 - Per capita US$ (º)
Indicadores sociais
Moeda Real(Portugal), Peseta(Espanha) ()
Fuso horário (UTC)
Organizações internacionais Entente, Aliança Luso-Britânica
Cód. Internet .pt, .es
Cód. telef. ++351, +352

O Reino de Portugal e das Espanhas, aparece num contexto de colapso da Europa na década de 60 em virtude de uma não-recuperação das mazelas da 2ª Guerra Mundial, com a unificação das coroas em 1975. Surge uma nova realidade política no sul da Europa, marcando-se a sobrevivência dos Estados Ibéricos face ao cenário de profundas mutações políticas. Com a unificação das duas coroas, a Coroa por sua vez viu o seu poder aumentado, nomeadamente no que respeita aos Negócios Estrangeiros, Defesa e Guerra assim como em outras áreas. O Reino é tendencialmente isolacionista, profundamente religioso, tradicionalista. Por seu turno, o monarca português em virtude de ser o descendente directo de imensas casas reais europeias, converte a Casa de Bragança numa das casas reais de maior prestígio internacional, gozando o monarca quase de prerrogativas imperiais face a seus pares.